Terapia da Fala

A Terapia da Fala pode ser indicada em indivíduos de todas as idades, com ou sem patologias diagnosticadas, tendo por objetivo geral otimizar as capacidades de comunicação e/ou deglutição do indivíduo, melhorando, assim, a sua qualidade de vida.

Assim, o Terapeuta da Fala pode atuar num conjunto diverso de situações. 

Se a criança:

- Tem mais de 2 anos e ainda não fala 

- Tem dificuldade em interagir com os outros 

- Tem dificuldade em se fazer perceber 

- Troca sons (na fala) ou letras (na escrita) 

- Tem dificuldade em compreender os outros 

- Fala muito alto e fica rouco com frequência 

- Gagueja ou faz esforço para falar 

- Tem problemas de audição e na fala 

- Tem/teve uma alteração craniofacial 

- Está a fazer tratamento ortodôntico e precisa de treinar a fala e/ou a motricidade oral 

- Está impedido de falar e precisa de outra forma de comunicação temporária ou definitiva

- Quer fazer um rastreio e/ou prevenir problemas de comunicação 

E nas mais diversas patologias:

- Perturbação do Desenvolvimento da Linguagem

- Perturbação dos Sons da Fala

- Perturbações de Fluência (Gaguez, por exemplo);

- Perturbações da Interação e Comunicação (Perturbações do Espetro do Autismo, por exemplo);

- Dificuldades Específicas de Aprendizagem (Dislexia, Disortografia, por exemplo);

- Patologias Vocais (Nódulos das Pregas Vocais, por exemplo);

- Dificuldades de Alimentação;

- Alterações da Motricidade e/ou da Sensibilidade Orofacial;

- Fendas Labiopalatinas;

- Respiração Oral;

- Trissomia 21;

- Paralisia Cerebral;

- Surdez

- Prematuridade

- Entre outras.

Caso haja necessidade de um acompanhamento terapêutico é delineado um programa de intervenção individual, que o Terapeuta definirá em parceria com utente e/ou aos seus familiares. Este programa pode ser implementado indiretamente, com orientações à família e consultas de follow-up, ou diretamente em sessões periódicas.

 
  • Instagram
  • Facebook

©2019 por Desenvolve-T.