Corpo Clínico

Andreia Paes de Vasconcellos

35 anos, licenciada em Comunicação Empresarial, Mãe de três filhos.

Em 2014 teve um filho com Trissomia 21 e desde aí que luta diariamente para que o seu filho cresça feliz e numa sociedade inclusiva.

Estudou sobre todo o tipo de terapias e os seus objetivos para que o filho pudesse crescer de uma forma natural.

Formação no método Glenn Doman, pelo Instituto VegaKids, em Madrid.

Autora do Blog Tomás My Special Baby e do livro Tomás – Maternidade, Trissomia e Amor.

Ana Filipa Penalva

29 anos, licenciada e mestre em Reabilitação Psicomotora pela Faculdade de Motricidade Humana, da Universidade de Lisboa.
 
Programa de Intercâmbio na Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.
Estágio no Centro de Reabilitação Psicossocial, em Moçambique.
Formação no método Glenn Doman, pelo Instituto VegaKids, em Madrid. 
 
Áreas de intervenção desde a primeira infância à adolescência com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais, problemas de comportamento, perturbação de hiperatividade e défice de atenção, perturbação do espetro do autismo e trissomia 21, em contexto privado, clínico e escolar; como psicomotricista em terapia assistida por cães.
Aplicação do método Glenn Doman desde 2015.
 

Andreia Paes de Vasconcellos

Ana Filipa Penalva

Psicólogas

Ana Trindade

Inês Cruz

Marta Costa

Fisioterapeutas

André Santos

Margarida Faiões Pires

Raquel Amado

Olga Gallego Rodrigues

Cristina Martins

Terapeutas Ocupacionais

Maria João

Mariana Domingues

Terapeutas da Fala

Daniela Cabeças

Inês Espinhal

Andreia Paes de Vasconcellos

35 anos, licenciada em Comunicação Empresarial, Mãe de três filhos.

Em 2014 teve um filho com Trissomia 21 e desde aí que luta diariamente para que o seu filho cresça feliz e numa sociedade inclusiva.

Estudou sobre todo o tipo de terapias e os seus objetivos para que o filho pudesse crescer de uma forma natural.

Formação no método Glenn Doman, pelo Instituto VegaKids, em Madrid.

Autora do Blog Tomás My Special Baby e do livro Tomás – Maternidade, Trissomia e Amor.

Ana Filipa Penalva

29 anos, licenciada e mestre em Reabilitação Psicomotora pela Faculdade de Motricidade Humana, da Universidade de Lisboa.
 
Programa de Intercâmbio na Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.
Estágio no Centro de Reabilitação Psicossocial, em Moçambique.
Formação no método Glenn Doman, pelo Instituto VegaKids, em Madrid. 
 
Áreas de intervenção desde a primeira infância à adolescência com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais, problemas de comportamento, perturbação de hiperatividade e défice de atenção, perturbação do espetro do autismo e trissomia 21, em contexto privado, clínico e escolar; como psicomotricista em terapia assistida por cães.
Aplicação do método Glenn Doman desde 2015.
 

Psicólogas

Ana Trindade

Psicóloga educacional, formadora e instrutora de mindfulness, a exercer em contexto escolar desde 2008 e em contexto privado desde 2016.

Autora da rubrica “Regras com Amor” no blog “Tomás, my special baby” com artigos mensais dedicados à psicologia educacional.  

Em busca de uma visão holística da criança e do jovem, procura permanentemente expandir as suas áreas de conhecimento, atuando no desenvolvimento sócio emocional e académico, ao nível da gestão emocional, problemas de comportamento, bullying e agressividade, dificuldades de aprendizagem, dificuldades de atenção/concentração, métodos e hábitos de estudo, orientação vocacional e mindfulness.

Estando a criança/jovem no centro da intervenção, pretende-se um trabalho de articulação entre todos os protagonistas da vida da criança/jovem (família, escola e outros técnicos), proporcionando um serviço de aconselhamento parental e também consultoria a docentes.

Motivada pela crença de que todas as crianças e jovens são seres únicos e especiais, acredita que o bem-estar de cada um depende da oportunidade de serem olhados como tal!

Inês Cruz

Psicóloga Educacional, especializada em avaliação e intervenção nas Perturbações do Neurodesenvolvimento, tais como, dislexia, disgrafia, discalculia, Trissomias 21, Autismo, Défices de Atenção, Técnicas e Métodos de estudo entre outros. 

Marta Costa

35 anos

Psicóloga Escolar e da Educação, desde 2007.

Membro efectivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses (cédula 9658), com especialidade atribuída em Psicologia da Educação e especialidades avançadas em Necessidades Educativas Especiais e ainda em Psicologia Vocacional e do Desenvolvimento de Carreira. Integrante da Bolsa de 1000 Psicólogos para Situações de Catástrofe.

Formadora credenciada pelo IEFP, pelo Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua e certificada em e-formação, com experiência nas áreas de desenvolvimento infantil, desenvolvimento pessoal e comportamental.

Colaboradora em artigos/reportagens de sites, revistas e jornais nacionais.

Áreas de intervenção: do pré-escolar ao ensino superior, em questões relacionadas com atrasos de desenvolvimento, dificuldades de aprendizagem, dificuldades de leitura e escrita, défices de atenção/concentração, hiperactividade, problemas de comportamento e emocionais, ansiedade face à escola e às avaliações, orientação escolar e vocacional, métodos e técnicas de estudo, necessidades educativas especiais e outros ligados à escola/educação.

 

Fisioterapeutas

André Santos

Licenciado em Fisioterapia pela Escola Superior de Saúde da Universidade Atlântica; Pós-Graduado em Neuro-Desenvolvimento em Pediatria pela Universidade Católica Portuguesa; Curso de Fisioterapia em Condições Pediátricas pela Universidade Atlântica.

Áreas de Intervenção: Certificado no método PediaSuit; Formação em Osteopatia Pediátrica; Formação em Bandas Neuromusculares em Pediatria  (Kinesio Tape); Conceito de Bobath; Certificado em Pilates Clinico MW1; Fformação em Fisioterapia Respiratória Pediátrica.

Informação adicional: Membro da Direção do Grupo de Interesse em Fisioterapia em Pediatria (GIFIP) da Associação Portuguesa de Fisioterapeutas (APFisio).

Margarida Faiões Pires

Licenciada em Fisioterapia pela Escola Superior de Saúde do Alcoitão, pós-graduada em Gestão da Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública, da Universidade Nova de Lisboa.

Especializada em Fisioterapia Materno-Infantil, com formação em Osteopatia Pediátrica e Pilates Clínico, pela Bwizer.
Fundadora em parceria com outra Fisioterapeuta do projecto “Fisioterapia e Bem-estar ao Domicílio”, em Julho de 2018.
Organização, planeamento e execução de uma Missão de Voluntariado Internacional em 2013, em Angola, pelo GasTagus.

Áreas de intervenção principais no contexto pediátrico: No sistema musculo-esquelético: torcicolo; deformações cranianas, como por exemplo plagiocefalia; displasia da anca; alterações posturais; obstipação e cólicas; condições pós-cirúrgicas; lesões por traumatismo; No sistema respiratório: infecções respiratórias; obstrução nasal; bronquiolites; asma; rinite e sinusite; No sistema neurológico: atraso de desenvolvimento psicomotor; parésias faciais; plexopatias braquiais; perturbações do comportamento; Pilates Clínico individual ou em contexto de classes em grupo.

Raquel Amado

Licenciada pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa em 2007 e pós-graduada em Fisioterapia Neuromuscular pela Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa, em 2017.

Formação profissional na área da fisioterapia neurológica (“Conceito de Bobath – Estudo de Movimento Humano”), pediátrica (“Controlo postural no desenvolvimento do bebé”; “Conceito de Bobath e Integração Sensorial”; “Introdução ao conceito de Bobath em pediatria”; “Intervenção em crianças com disfunções neuro-motoras”; “Contributo da avaliação motora da criança nas práticas de intervenção”) e respiratória (“Fisioterapia respiratória guiada pela auscultação pulmonar”). Formação adicional em Pilates Clínico para Fisioterapeutas – Matwork Level 1. Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores.

Experiência profissional: Fisioterapia respiratória, neuromuscular e pediátrica em contexto de clínica de medicina física de reabilitação, centro de reabilitação, instituições particulares de solidariedade social e estrutura residencial para idosos.

Olga Gallego Rodrigues

Licenciada pela Escola Superior de Saúde Egas Moniz, desde 2009.

Experiência profissional na área de Fisioterapia desportiva/ortopedia (pediatria/adulto). Coordenação e gestão de departamento de fisioterapia em vários contextos. Orientação de estágios curriculares.

Áreas de interesse: Fisioterapia Pediátrica; tratamento de desvios posturais, doenças esqueléticas pediátricas, distrofias musculares, paralisia cerebral e problemas respiratórios contexto clínico e domiciliar. 

Cristina Martins

Licenciatura em Fisioterapia pela Escola Superior de Saúde de Setúbal (2011-2015)
– Pós-Graduação de Conceito de Bobath em Pediatria certificado pela EBTA (2018)
– Pós-Graduação de Fisioterapia em Pediatria pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (2015-2016)
– Formação no Protocolo Pediasuit pela Therapy4kids (2017)
– Formação em Equitação com fins Terapêuticos (Hipoterapia) pela BWIZER (2016)
– Curso de Osteopatia Pediátrica pela BWIZER (2016)

Terapeutas Ocupacionais

Maria João

Licenciada em Terapia Ocupacional pela Escola Superior de Saúde do Alcoitão (ESSA, 2008).

Pós graduação em cuidados continuados e paliativos (ISPA, 2011).

Experiência profissional: Educadora clínica de estágios curriculares da ESSA; Terapeuta ocupacional em equipa multidisciplinar: GADIF-Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Infantil e à Família. Centro de Educação Terapêutica – Ensino especial, Restelo; Terapeuta ocupacional em geriatria: LPC-Lar Padre Carlos dos Santos, Lisboa.

Mariana Domingues

Licenciada em Terapia Ocupacional pela Escola Superior de Saúde do IP Porto, em 2016.

Foco na integração de pessoas com incapacidade nos seus contextos significativos.

Experiência Profissional: Intervenção terapêutica em crianças e jovens com perturbações neuro-músculo-esqueléticas, do neurodesenvolvimento e pedopsiquiátricas, como: paralisia cerebral, atrasos globais de desenvolvimento, hiperactividade e défices de atenção, síndromes, dificuldades específicas de aprendizagem, perturbação do espectro do autismo, deficiência intelectual e perturbações disruptivas do comportamento.

Terapeutas da Fala

Daniela Cabeças

Licenciada pela Escola Superior de Saúde Egas Moniz. Pós-Graduada em Intervenção Terapêutica Motora Oral e Facial.

Formada em Língua Gestual Portuguesa – Nível 1. Formadora acreditada com o Certificado de Competências Pedagógicas.

Formação contínua em diferentes áreas de intervenção em terapia da fala, nomeadamente em Perturbações do Neurodesenvolvimento, Tecnologias de Apoio à Comunicação, Ortopedia Funcional dos Maxilares, PECS – Sistema de Comunicação por Imagens, Perturbação do Processamento Auditivo, Dislexia e Disortografia. Experiência profissional de avaliação e intervenção em contexto clínico e escolar, com crianças e jovens com perturbações do neurodesenvolvimento, perturbações da fala, linguagem, comunicação e perturbações da leitura e escrita.

Inês Espinhal

Licenciada em Terapia da Fala pela Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria.

Estágios de Intervenção no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro – Hospital de Chaves, em medicina física e de reabilitação; Obra Social e Cultural Sílvia Cardoso nas valências de Centro de Recursos para a Inclusão (CRI), Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) e Unidade de Multideficiência; e Centro Terapêutico e Pedagógico Deslocar Palavras.

Formação curricular nas áreas da fluência, linguagem da criança e comunicação.

Projeto de investigação na área da fluência – Tradução, adaptação e validação de conteúdo do instrumento de avaliação Subjective Screening of Stuttering severity, locus of control and avoidance.

Áreas de intervenção: desde a primeira infância à idade adulta com perturbações da fluência, linguagem, comunicação e motricidade orofacial e com diferentes patologias. Experiência prática em Terapia da Fala em meio aquático.